Quais são os primeiros sintomas de uma pessoa que tem Lúpus Eritematoso Sistêmico?

Os sintomas são febre, fadiga, dor, queda de cabelo, urticárias e até falta de vontade de comer. Além disso, ter uma doença na pele é um incômodo estético muito grande, o que faz as pessoas se sentirem envergonhadas e com dificuldades na vida social.
O estresse também é considerado um agravante da doença.

  • pele-com-Lupus-eritematoso
    Pele com Lúpus Eritematoso
    A doença atinge em média uma em cada 1000 pessoas da raça branca e uma em cada 250 pessoas negras.
  • Pele com Lúpus EritematosoComo qualquer outra doença, quanto antes for feito o diagnóstico de LES, melhor o seu tratamento e sua evolução.
 

É necessário algum diagnóstico específico para iniciar um tratamento?

Sim. Além de analisar as evidências do quadro clínico, os exames laboratoriais (urina e hemograma) e uma pesquisa completa dos anticorpos (análise do fator anti-núcleo – FAN) são fatores imprescindíveis no diagnóstico da doença.

O Lúpus Eritematoso Sistêmico pode atingir várias partes do corpo?

Sim. O lúpus atinge o tecido que preenche os espaços vazios do nosso corpo e faz a ligação de órgãos e tecidos, dessa forma pode ser prejudicado em qualquer região, desde que aja um acometimento na área.

É possível arriscar que o lúpus tenha uma relação com o hormônio feminino – o estrógeno. As mulheres são as vítimas mais freqüentes, principalmente as que possuem uma pele muito branca, de descendência européia.

Quais são os tipos de tratamento para Lúpus Eritematoso Sistêmico?

O tratamento é desenvolvimento para unicamente eliminar a inflamação no local. No caso do lúpus cutâneo, um médico dermatologista deve ser imediatamente consultado.

A partir de um diagnóstico completo é recomendado o uso de pomadas, cremes ou medicamento via oral, mas em todos os casos é prudente ter um cuidado especial já que os medicamentos podem trazer efeitos colaterais.

Não deixe de usar filtro solar quando estiver exposto ao sol e não permaneça nessa exposição por longos períodos. Os raios solares são potentes e agridem a pele sem nem que as pessoas percebam.