• pele-com-acne
    Pele com acneDependendo da gravidade, a acne pode causar sofrimento emocional e levar a cicatrizes na pele.
  • Pele com acneExistem tratamentos eficazes para Acne e quanto mais cedo é iniciado, menor é o risco de cicatrizes.
 

Classificação da acne:

Grau 1: Surgem alguns cravos, que podem ser brancos ou pretos. É o início do desenvolvimento da acne, mas nesse estágio as espinhas não aparecem.
 
Grau 2: Surgem pápulas e pústulas. Nessa fase a pele já está bem oleosa e as inflamações estão avançadas deixando a pele com algumas elevações.
 
Grau 3: Surgem os nódulos, que aparecem nas camadas mais profundas da pele. Os cistos são avermelhados e causam dor.
 
Grau 4: Na fase 4, também estão presentes os nódulos e abscessos. Os cistos estão ligados e formam verdadeiros túneis que drenam o pus. A partir disso, surgem as cicatrizes de acne e lesões císticas.
 
Grau 5: Onde a doença é grave por estar associada a um quadro de imunossupressão, o indivíduo apresenta além da presença de lesões acneicas císticas, um quadro de queda do estado geral,  sensações de dores fortes e até febre.
 

 

Quais são os sinais clínicos da acne?

A acne pode ser representada por diversas formas: Seborreia: Excesso da secreção sebosa nas glândulas. A pele fica oleosa e brilhante. Comedão: É o famoso cravo, que pode ser aberto ou fechado. Pápula: É uma lesão arredondada e endurecida. Pústula: Como o próprio nome indica, quando há formação de pus. Cisto: É um abscesso localizado. Cicatriz: Marcas de cicatrização.

Qual é o tratamento indicado pra Acne?

O tratamento da acne será definido de acordo com o estágio da doença, mas em todos os tipos deve ser iniciado o quanto antes, para evitar principalmente o aparecimento de cicatrizes da acne. São utilizadas medicações para uso diretamente na pele, e nos casos mais graves (pústulas, nódulos, etc..) é feito o uso de medicamentos via oral, a isotretinoina, que atua diretamente sobre a glândula seborreica, causando a expulsão do sebo e a diminuição do tamanho desta de forma permanente. A desobstrução dos folículos, para evitar que as bactérias se proliferem e o quadro fique ainda mais grave, é o método utilizado por muitos esteticistas ao fazer a limpeza completa da pele, a fim de controlar a oleosidade e evitar que os cravos se tornem espinhas. Outros métodos eficazes é a microdermoabrasão (também conhecida como peeling de cristal) e o laser LED para acne. O tratamento com o médico para as cicatrizes de acne é feito com laser não ablativo fracionado e o laser ablativofracionado. O acompanhamento de um dermatologista é imprescindível e o cuidado com a pele deve ser diário. Faça o uso de um protetor solar qualificado, escolha uma alimentação saudável, e permita-se viver com a pele livre de qualquer impureza ou dano.

Conheça mais sobre subcisão.

Existe tratamento para acne em recém-nascidos ou crianças? Em alguns casos. Por indução dos hormônios maternos transmitidos pelo leite materno, os recém nascidos podem apresentar um quadro semelhante à acne, contudo este quadro é transitório. Já as crianças, quando apresentam de forma precoce a acne, devemos afastar alterações hormonais, muitas vezes associados a tumores endocrinológicos. Como devo tratar a acne no dia a dia? 1. Primeira regra: Não espremer. Muitas vezes a mão suja pode levar ainda mais bactérias para a pele e agravar o problema. 2. Preste atenção na composição de todos os produtos que estiver passando no rosto. Existem cremes disponíveis em mercados e farmácias que ressecam a pele e transmitem a sensação de melhora, mas na verdade estão mascarando o resultado. 3. Fique calmo, a acne tem cura e pode ser apenas uma fase. 4. Faça sempre o uso de protetor solar para proteger a pele. Por fim, procure um dermatologista.